sábado, 29 de agosto de 2015

Duelo Insira a Ficha: Tales VS Luigi

Share & Comment

Luiz Fernando Menezes: Luigi
Não me levem a mal. Não tenho nada contra o fofo do Tails; aliás, acho ele muito mais legal e útil do que o Sonic. O problema é que colocaram contra o Luigi. Chega a ser humilhante esse duelo. Vou enumerar os argumentos para facilitar o raciocínio.

1. Tails foi criado para ser melhor do que o Sonic: para ser mais fofinho e ter melhor jogabilidade (o cara voa, mano). Já Luigi não. Luigi começou do zero, das sombras. Ele era só uma skin diferente do Mario para o Player Dois. Luigi construiu sua carreira, subiu degrau por degrau até chegar ao que ele é hoje. Foi ganhando terreno, conquistando os jogadores aos pouquinhos até chegar à sua posição de personagem icônico dos games. Isso que é exemplo de força de vontade.

2. Luigi conseguiu emplacar sua própria franquia (Luigi’s Mansion). E uma boa franquia. O que o Tails fez? Sonic and Tails.

3. Luigi arranjou uma “namorada” mais bonita que a do irmão (menos rica, é verdade, mas dinheiro não traz felicidade).

4. Death Stare. Um dos memes mais famosos do ano passado, para quem não sabe.

5. Ele é o único personagem que zera Super Smash Bros Melee sem fazer porra nenhuma. O que é totalmente compreensível, porque, dã, é o Luigi.

6. Luigi é um bom irmão e deixa o Mario derrotar o Bowser todas as vezes. Quando Luigi não deixou, foi humilhante demais, porque, dã, é o Luigi.

Existem mais argumentos, mas não quero que a derrota do Tails seja tão feia quanto a citada acima.


Vinícius Bressan: Me abstenho
Não dá para falar do Luigi Mario sem me emocionar, pensar no árduo percurso que esse jovem encanador percorreu para chegar onde está hoje... não é em qualquer franquia por aí que a gente encontra uma paleta diferente se tornando um astro. Exemplo disso é o Ken do Street Fighter, ele era uma paleta diferente do Ryu e hoje tá aí, jogado... sem amor... sem fanbase... tá, mentira, ele tem fanbase, mas na boa, todos os personagens antigos de SF tem fanbase, afinal o jogo tinha só meia dúzia de personagens, era difícil alguém ficar esquecido. Mas o fato é que Ken nunca conquistou a simpatia dos jogadores em geral, ele é a versão chata do Ryu, o cara que aparece como rival coadjuvante em animações de SF, você não imagina um Ken’s Mansion, imagina?!

Pois então, o caçula da família Mario percorreu esse caminho, um caminho que muitos julgariam impossível. Imagine os traumas que esse rapaz teve de superar convivendo com um irmão mais velho que adora ser o centro das atenções e não mede esforços para tal (o cara se finge de médico! Isso é crime gente!). Inclusive, confira Luigi’s Ballad para entender melhor a dificuldade de estar na sombra de Mario Mario. Enfim, eu já tenho uma tendência a gostar de personagens coadjuvantes/ajudantes, e Luigi é um personagem que realmente merece admiração.

Mas o Tails é fofinho. E ELE VOA. Sabe quantas vezes isso me salvou jogando Sonic?! Não consigo votar contra o Tails depois de tudo que ele fez por mim.


João Bosco Cyrino: Luigi
É sério que este ainda é um assunto a se discutir? Muito bem, vamos por partes: Não se trata somente do seu coadjuvante favorito, mas sim o quanto este conseguiu ir além da sombra do seu amigo famoso. Luigi, ou Mário Verde para os das antigas, há muito tempo perdeu o título de cover do amado bigodudo com outra paleta de cores. Aos poucos o personagem conquistou território, ganhou individualidade e, consequentemente, destaque. Os sortudos que tiveram tanto o desprazer de cruzar com um cartucho de Mario is missing quanto o prazer de jogar Luigi’s Masion sabem que o irmão caçula do encanador de macacão vermelho teve seus altos e baixos. Fora que ele nunca cansou de lutar por mais de trinta anos para ter algum prestígio em outros jogos da Nintendo. Começou sendo “o que pulava mais alto” na versão americana de Super Mario Bros 2, até o SENSACIONAL olhar maquiavélico ao ultrapassar um corredor em Mario Kart 8 que praticamente levou a internet ao delírio na época de seu lançamento.

Já Tails… Bem, quanto ao querido andrógeno parceiro de aventuras do Sonic me parece que, em algum momento entre 1992 e 2015, ele perdeu sua vontade de lutar. Aquele que era provavelmente o melhor personagem do segundo jogo da franquia e um dos mais carismáticos personagens da Sega simplesmente “aceitou” a carapuça que lhe vestiram e ficou à sombra do ouriço azul. Mesmo Tails tendo uma boa base fãs, sua empresa resolveu não arriscar e investir em personagens como Knucles e Shadow, cujos estilos “descolados” tinham um maior apelo no mercado ocidental. Isto prejudicou demais a raposa de duas caudas.

Este ostracismo e complexo de inferioridade que, infelizmente, a Sega incutiu no personagem ao longo de seus quase 23 anos de existência, tiveram diversos resultados. Tai(l)s resultados nos trouxeram até aqui. E por “aqui” refiro-me a sequer ter o direito de concorrer em pé de igualdade com Luigi, um personagem que teve seu potencial muito melhor aproveitado pela Nintendo.


Felipe Buzzi: Me abstenho
Naaaaah


Mateus Mognon : Me abstenho
Eu já não tinha conseguido escolher entre Mario e Sonic, logo, não existe chance de preferir um desses dois. Luigi é verde, eu gosto desta cor, e o Tails é uma rapozinha que voa, mas não dá. Simplesmente não dá. Considero os dois personagens bem importantes para suas respectivas franquias, afinal, o que aconteceria com o mundo dos games se Mario e Sonic resolvessem sair para tomar uma cerveja? Nada, pois tudo ficaria nas mãos desses célebres e poderosos ajudantes. Obrigado por existirem, Tails e Luigi, mas eu não ligo pra vocês. E não adianta tentar me intimidar com esse olhar maldoso, Luigi, eu não tenho medo você.


Mariela Cancelier: Luigi

Depois do nosso querido duelo entre Mario e Sonic, agora temos a dupla Luigi vs Tails. Clap clap, que legal. Bom, no duelo anterior eu fiquei do lado do meu querido ouriço verde azul, mas hoje, escolho o meu bigodudo verde. (Por falar em escolher > pokebola, vai! > tá na hora de duelos entre Pokémons, viu IaF?!)

Motivos pelos quais eu gosto mais do Luigi:

Tails é muito fofinho e rouba a cena do Sonic. Não confio em personagens fofos.
Quem nunca viu os bastidores de Mario, sabe que o LUIGI É O VERDADEIRO PAI DE YOSHI. Veja no teste de paternidade do Ratinho.

Acho que, além do sotaque italiano, o resto dos argumentos a favor do Luigi já foram citados acima. Isso é tudo, pe-pe-pessoal.


William Ferreira: Me abstenho
Não conheço o suficiente sobre Tails para ter uma conclusão sobre um possível vencedor.


Tadeu Mattos : Me abstenho
┐(‘~`;)┌ 


Tails 0 VS 3 Luigi

E mais uma vez o concorrente da Sega não consegue bater o concorrente da Nintendo! Mesmo que Luigi tenha começado apenas como uma piada sem graça da produtora (Ruigi, como é chamado em japonês, na verdade significa "igual/idêntico"), sua ascensão foi tamanha que Tails, o queridinho amigo do Sonic, não foi páreo para ele. A primeira aparição do irmão do encanador aconteceu em 1983, quando foi introduzido como a única opção do segundo jogador. Depois disso, participou de todos os principais games da franquia de seu irmão e até conseguiu alguns títulos próprios: o jogo educativo Mario is Missing!, o ótimo Luigi's Mansion e o estranho Luigi's Revenge (que não é oficial, mas é do Luigi!).

Go Green!

PS: para quem não sabe, hoje é o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, assunto que, pasmem, foi trazido para a discussão gamer por causa do Luigi!
Tags: , ,
Logo Insira a ficha

Escrito por

Núcleo de jornalismo de tecnologia e games da Universidade Federal de Santa Catarina. Criado por estudantes, coordenado por estudantes e mal redigido por estudantes

Comente com o Facebook:

 

Receba nossas atualizações!

Contato

Fale com a gente pelo email insiraaficha@gmail.com para tirar dúvidas, relatar erros, dar sugestões, críticas e elogios!
Copyright © Insira a Ficha | Inspirado no Design de Templateism.com