terça-feira, 1 de março de 2016

Qual foi o melhor jogo de fevereiro?

Share & Comment

Fevereiro acabou e, mesmo sendo o menor mês do ano, foi palco de bons lançamentos (e algumas surpresas) no mundo dos games. E como esse é o terceiro mês de férias da equipe do Insira a Ficha e o site está sem nenhuma atualização, um dos integrantes (eu, no caso) decidiu começar uma nova coluna mensal: qual foi o jogo do mês? Que na verdade seria melhor explicado com "qual foi o jogo favorito do Luiz Fernando", mas enfim.

Como ninguém consegue falar de um jogo apenas e o integrante autor da postagem gosta de suspense, começarei com menções honrosas.

Primeiramente, Far Cry Primal. Os gamers fizeram uma pequena hype nesse jogo, que prometia não fazer o que fez Far Cry 4: ser uma DLC de Far Cry 3. E, sem dúvidas, conseguiu isso. É uma nova experiência, tanto dentro da franquia quanto dentro dos first shooters, afinal, não é todo dia que você encarna um homem das cavernas que tem que sobreviver de mamutes e tigres de sabre. Mas, porém, todavia, ainda deixa aquela sensação de que podiam ter mexido mais. Mesma árvore de habilidades, mesma lógica de usar o arco para tudo, mesmo tipo de ação... mas você pode domesticar uma coruja, eba!

Depois chegamos ao jogo independente em que você joga como um guarda florestal. Por mais que Firewatch — que teve uma review de nosso integrante Mateus Mognon, que também estagia no Adrenaline! — pareça chato ao ler sua sinopse, é um jogo envolvente, com diálogos bem feitos e uma dublagem de primeira. Além disso, é bonito — tanto esteticamente quando narrativamente (essa palavra existe?) — e dá um sentimento de empatia muito grande. Sabe do que eu estou falando? Quando o jogador se sente na pele do personagem? Pois é. Isso é Firewatch.

Outro grande game lançado nesse curto mês foi Unravel. Que, olha só, também foi analisado pelo nosso querido Mateus Mognon! Algúem dá uma plaquinha de funcionário do mês para ele! Para aqueles que não gostam de um jogo mais filosófico, mais pegado nos sentimentos... ele ainda funciona! É um jogo fofo, desafiante e divertido. E para aqueles que gostam de subjetividade, vão encontrar um dos games mais pessoais desde... That Dragon, Cancer... ok, não faz assim muito tempo.



Mas, o grande vencedor de fevereiro (e também grande surpresa) foi Super Hot.

É simples explicar porque. Antes de Super Hot, eu dizia pra todo mundo que quisesse ouvir: "FPS é tudo igual. Alguns salvam pela história, como Bioshock Infinite e COD Black Ops I (e só o um!!!). Mas é tudo farinha do mesmo saco". Aí vem um jogo independente com gráficos poligonais e acaba com esse meu preconceito! É um jogo de tiro em primeira pessoa totalmente diferente dos demais!

Super Hot entra na lista de jogos que simulam um filme de ação frenética (lista essa que só tem Hotline Miami e Not a Hero). Você realmente exala adrenalina ao jogar. Uma experiência louca, com uma história mais louca ainda e replays que fazem todo jogador se sentir o MacGyver. Sentei a bunda na cadeira e zerei ele em um dia. E vou zerar de novo porque agora eu quero fazer tudo que nem o Jackie Chan: no soco.

Joguem, vocês não vão se arrepender.


PS: Gostaria de avisar que não tive tempo (nem grana suficiente) para dar uma olhada em Stardew Valley e a nova minissérie da Telltale baseada na Michonne, mas fica a a dica!
Tags: , ,
Logo Insira a ficha

Escrito por

Núcleo de jornalismo de tecnologia e games da Universidade Federal de Santa Catarina. Criado por estudantes, coordenado por estudantes e mal redigido por estudantes

Comente com o Facebook:

 

Receba nossas atualizações!

Contato

Fale com a gente pelo email insiraaficha@gmail.com para tirar dúvidas, relatar erros, dar sugestões, críticas e elogios!
Copyright © Insira a Ficha | Inspirado no Design de Templateism.com